Suicídio: como ajudar um amigo?

Em abril, o DJ Avicii foi encontrado morto e de, acordo com sites, o  artista tirou a própria vida. A família contou em entrevista que ele buscava paz e lutava contra transtornos.
Nos últimos meses, acompanhamos várias notícias de jovens que tentaram tirar a própria vida. O caso mais recente, em Bauru, aconteceu em setembro, quando uma menor de idade tentou pular de um viaduto da cidade.

De acordo com Sandra Maria de Morais, coordenadora do Centro de Valorização da Vida (CVV), em Bauru, o número de jovens sendo atendidos pelos canais da unidade tem aumentado nos últimos meses.

“Mas, por que desejar tirar a própria vida?”

De acordo com Sandra, em relação aos adolescentes, esse desejo costuma estar ligado à impulsividade, uma característica dessa fase da vida. “Para eles é mais intenso, a dor que estão experimentando parece que não vai passar nunca”, explica.

Geralmente, os problemas têm a ver com bullying, problemas de relacionamento (familiar e amoroso), descoberta da sexualidade, abusos e até mesmo a escolha de uma profissão.

MAIS
Geração Smartphone não está preparada para a vida adulta
Youtubers que falaram sobre ansiedade

“13 Reasons Why”

A série da Netflix, baseada em um livro homônimo e produzida por Selena Gomez, lançada neste ano, abordou o tema na visão de uma adolescente que comete o ato e deixa sua motivações gravadas em fitas endereçadas aos “responsáveis”.

Apesar de dividir opiniões, de acordo com uma reportagem do Social Bauru, após sua veiculação, houve  aumento na procura de ajuda no CVV.

 

Como ajudar um amigo

A mudança de comportamento é o principal indício de algo não está tão legal! Se seu amigo, que era super rolezeiro, agora está isolado, não quer conversar ou sair, isso pode indicar que existe um quadro depressivo. Mas a única maneira de saber se os pensamentos suicidas estão presentes é perguntar diretamente.

Um dos papeis fundamentais nesse momento é se colocar à disposição para ajudar. “Ouça a pessoa atentamente sem tentar consolá-la ou dizer que vai passar, diga que percebe o seu sofrimento e se ela não tiver condições de procurar ajuda sozinha, ofereça-se para marcar uma consulta com um profissional e acompanhá-la”.

CVV Bauru

O Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, e-mail, chat e skype 24 horas todos os dias.

Para saber mais mais: facebook/cvvoficial. Acesse também o site: www.cvv.org.br

Informações sobre atendimento, disque 188.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s