“Mulher-Maravilha 2”: Gal Gadot confirma saída de produtor acusado de assédio

Se você não está por dentro da história, nós vamos explicar direitinho. É o seguinte: Brett Ratner, fundador da RatPac-Dune Entertainment, foi acusado de abuso sexual por diversas vítimas. E, por esse motivo, a relação com a Warner Bros e com atrizes como a Gal Gadot estava abalada. A atriz chegou a afirmar que não faria o segundo filme da heroína, caso ele continuasse a ter envolvimento com o filme. Dito e feito.

Em uma recente entrevista para o TODAY, Gal confirmou que “Mulher Maravilha 2” não será financiado pela RatPac, mas afirmou que a decisão não partiu dela:

“Existem muitas pessoas envolvidas na produção desse filme, e todos partilhamos dos mesmos sentimentos. Todos sabiam que era a coisa certa a se fazer. Mas não cabia a mim dizer, porque a decisão já havia sido tomada antes que o artigo com a minha declaração inicial sobre o assunto fosse publicado”.

MAIS
10 séries e filmes baseados em livros para você assistir já!

Aproveite o sinal aberto da Rede Telecine!

Apesar de a decisão não partir diretamente da Gal Gadot, nós sabemos o papel fundamental que ela teve para que Brett fosse retirado da produção do filme. Uma mulher-maravilha na vida real ❤

O filme da heroína deve ser lançado em Novembro de 2019. Chega logo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s