5 razões para não mexer nas espinhas

A adolescência é marcada por diversas mudanças no corpo, certo? Uma delas, inclusive, é o aparecimento das desagradáveis espinhas. E, para se livrar de tanta acne, muitas pessoas acabam caindo na tentação de espremê-las. O que, sem dúvidas, não é uma atitude indicada pelos especialistas.

“Quando há uma tentativa de remoção da espinha sem o auxílio de um especialista, o quadro de inflamação pode se agravar, o aspecto da lesão pode piorar, além de um aumento do risco de cicatrizes indesejáveis e de infecções”, explica Andréa Rosato, dermatologista e gerente médica da Biolab Sanus Farmacêutica. Mais: “A limpeza de pele consiste na remoção dos comedões ‘cravos’, enquanto as espinhas “inflamadas” não devem ser manipuladas durante este procedimento”, complementa a dermatologista.

Além disso, ela deixa algumas recomendações gerais em relação aos cuidados da pele com acne.

Confira:

1.Evite manipular as lesões – A acne, ou espinha, como é conhecida popularmente, é uma dermatose com várias causas, sendo uma delas a inflamação. “Não devemos mexer em lesões inflamadas por conta própria. Além de piorar o quadro de inflamação, o local poderá ficar mais sensível e poderá haver o aparecimento de manchas, explica Andréa.

2.Sobre as manchas e cicatrizes – A manipulação pelo próprio paciente ou conhecidos, quando não treinados, pode levar a complicações como manchas indesejadas. “É fundamental procurar orientação médica logo no início do quadro. O tratamento precoce ajuda a amenizar a acne e prevenir o aparecimento de cicatrizes e manchas”, comenta a dermatologista.

MAIS
Alimente-se bem para encarar a maratona de vestibulares!
Anticoncepcional: quando posso começar a tomar?

3.Evite que haja uma piora da acne – A espinha que for removida de maneira inadequada pode evoluir para um quadro infeccioso, agravando o quadro inicial e, assim, poderá haver necessidade de cuidados específicos.

4.Confie nos profissionais treinados – Existem profissionais, geralmente esteticistas, capacitados para realizar a remoção dos comedões (conhecidos como “cravos”) de maneira correta. “A limpeza de pele, quando realizada por um profissional treinado e de confiança, tem papel importante para ajudar no controle da acne minimizando o risco do aparecimento das marcas, além de auxiliar no tratamento dermatológico proposto em casos específicos”, orienta a dermatologista.

5.Prevenção é o melhor caminho – As cicatrizes decorrentes da acne possuem tratamento, porém, em alguns casos pode ser necessário um tratamento longo, com custo elevado e com resultados limitados. “O ideal é prevenir as cicatrizes buscando um tratamento precoce e correto, além de evitar a manipulação das espinhas de modo inadequado”, complementa a especialista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s