Tiffany é contratada por Bauru e se torna a 1ª jogadora trans na Superliga

A primeira trans brasileira a atuar na Superliga feminina acabou de assinar contrato com o Bauru. Na útilma terça-feira (5), Bauru anunciou a contratação da ponteira Tiffany para a sequência da temporada 2017/18.

A atleta já estava treinando com o elenco bauruense desde julho deste ano, quando chegou para se recuperar fisicamente. Em entrevista ao Tem Esporte, ela disse que “o surgimento do Bauru em minha vida foi muito legal, porque mesmo na Europa, eu sempre acompanhava os jogos. E quando recebi o convite para vir para o time me recuperar, fiquei muito feliz e não pensei duas vezes. É um time guerreiro que luta muito e espero que possa ajudar e só somar a esta equipe tão batalhadora”.

Tiffany é goiana e tem 33 anos. Ela chegou a disputar a Superliga masculina no Brasil – além de outros campeonatos – antes de fazer a transição de gênero. Em 2017, ela recebeu a permissão da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) para competir profissionalmente entre as mulheres.

Mesmo já contratada, ainda não existe uma data de estreia por conta da documentação de inscrição. Vale lembrar que desde 2016, o COI (Comitê Olímpico Internacional) permite a participação de homens em competições femininas, mas com a testosterona controlada.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s