Transtorno por videogame será tratado como problema mental

A Organização Mundial da Saúde (OMS) incluirá o transtorno por videogame como uma doença mental em seu novo documento que lista patologias! Essa será a primeira vez que o problema aparece no CID.

A OMS associa o problema tanto a jogos digitais conectados à internet quanto àqueles que não necessitam dela. De acordo com um esboço do documento, o transtorno será caracterizado por um comportamento “contínuo e recorrente” aliado a três tipos de comportamento:

  1. O jogador deixa de controlar o início, intensidade, frequência e finalização dos games.
  2. O jogo passa a estar em primeiro lugar, deixando algumas atividades vitais de lado, tipo tomar banho ou até comer.
  3. Apesar de todos os pontos negativos que o jogo tem causado, o gamer continua jogando.

+Leia também: Super Mario Bros poderá virar filme!

Claro que isso será avaliado de acordo caso a caso e levando em conta a frequência e como vem afetando o usuário e outras pessoas ao seu redor.

O responsável pelo Departamento de Saúde Mental e Abuso de Substâncias da OMS, deixou claro ao El País que a grande maioria de jogadores não sofre qualquer distúrbio, mas que, ao mesmo tempo, podem existir a exceções, como acontece com o consumo de substâncias.

Conhece alguém que precisa de ajuda?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s