Michael B. Jordan agora só aceitará filmes com “cláusula de inclusão”

Depois do grande sucesso em “Pantera Negra”, o ator adotou uma nova estratégia para seus contratos

Não há como negar que “Pantera Negra” é um filmão e que, finalmente, trouxe aos negros uma grande representatividade no cinema de Hollywood. O fato é que Michael B. Jordan, que representou lindamente o vilão no filme, agora anunciou que a sua produtora adotará a chamada “Inclusion Rider” (ou cláusula de inclusão/representatividade), que nada mais é do que uma cláusula nos contratos que exigem que projetos audiovisuais tenha diversidade racial e de gênero em seu elenco e equipe.

A decisão veio logo após o discurso poderoso que Frances McDormand fez ao vencer o prêmio de melhor atriz no Oscar no último domingo (4). A atriz incentivou a indústria a apoiar mais histórias e projetos criados por mulheres, e pediu que os atores passassem a pedir a cláusula de inclusão em seus contratos.

“Em apoio às mulheres e homens que lideram essa luta, vou adotar a ‘Inclusion Rider’ para todos os projetos produzidos pela minha empresa Outlier Society. Tive o privilégio de trabalhar com mulheres poderosas e pessoas de cor ao longo da minha carreira e a missão da Outlier é continuar a incentivar pessoas com talento no futuro”, disse Michael B. Jordan.

MAIS
Pantera Negra é líder de bilheteria no Brasil!

Nós esperamos que mais atores e atrizes tenham a mesma atitude de Jordan. Que muso, né, gente?

Para você que perdeu Oscar, confira o discurso da atriz  Frances McDormand:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s