5 Dicas para quem vai votar pela primeira vez

Se você tem 16 ou 17 anos e tirou seu título de eleitor, terá um ano especial: pela primeira vez, você fará oficialmente parte das eleições, podendo escolher, além de deputados, governador e senador, o próximo presidente da república. Que responsa! Continuar lendo “5 Dicas para quem vai votar pela primeira vez”

Eleitor de primeira viagem: saiba tudo sobre as eleições 2016

Resultado de imagem para voto

Tem muita gente que tirou o título de eleitor recentemente e vai votar pela primeira vez. Que responsa, não é mesmo?

Se você faz parte do clube daqueles que não sabe nada sobre política e está total por fora do que vai rolar no próximo finde, ainda dá tempo de ler esse post e saber tudo o que precisa para não fazer feio nas urnas. S.O.S Eleitor!

Voto é obrigatório?

Sim, a partir dos 18 anos. Para o pessoal que tem entre 16 e 18 anos e para os maiores de 70 anos, o voto é facultativo, mas é uma bela chance de participar da vida política da cidade em que vive.

Quando, como e onde?

O primeiro turno das eleições municipais de 2016 está aí, é no domingo dia 02. Caso haja segundo turno, ele ocorrerá no dia 30 de outubro. Cada pessoa vota em sua zona eleitoral, pré-definida quando o título de eleitor é emitido. Aliás, é super necessário levar esse documento no dia “D”.

Na hora de votar, você deverá ter em mãos o número de um candidato a prefeito e um candidato a vereador. A galera eleita comandará a cidade por quatro anos!

O que o vereador faz?

São os vereadores que discutem e aprovam as leis que serão colocadas em prática no município. Eles também devem ficar de olho no poder Executivo, no caso o prefeito, para saber se as metas estão sendo cumpridas.

Tá, mas e o prefeito, faz o que?

O prefeito é o chefe do poder Executivo municipal. É ele quem decide de que forma serão utilizados os recursos, além de sancionar e revogar leis. Na real, ele deve trabalhar para o bem dos moradores da cidade.

O que significa “justificar o voto”?

O voto deve ser justificado quando o eleitor não consegue comparecer a sua zona eleitoral. Há duas formas de fazer isso: uma delas é preenchendo um formulário e entregando a qualquer mesário no dia da eleição ou indo a um cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor até 60 dias após a votação. Ah, rola a cobrança de uma taxa também.

Voto Nulo x Voto Branco

Primeiro você deve saber que nenhum desses votos é considerado válido, ou seja, não entram nas contagens para eleger um representante. Isso quer dizer também que eles não vão para quem está ganhando a votação e também não têm o poder de anular a eleição.

O voto nulo é considerado um protesto direto e serve para fins estatísticos apenas. Para anular, basta apertar “00” e em seguida “confirma”.
Já o voto em branco indica que o eleitor não aprova nenhum candidato que está concorrendo aos cargos. Para isso, basta utilizar a tecla “branco”e em seguida “confirma”.

Escolher entre essas duas opções interfere sim, mesmo que indiretamente, no resultado das eleições, pois diminui os votos válidos. Sendo assim, um candidato precisará de menos votos para se eleger. Isso sem contar que você perde a chance de definir e participar do futuro de sua cidade.

Ainda dá tempo!

O horário eleitoral obrigatório ainda está passando em todas as emissoras abertas de televisão e rádio. Além disso, também é possível consultar a internet para saber tudo – desde a vida política, até as propostas – de seu candidato em potencial. Vai lá, vote com consciência e faça a diferença!