Shopping de Bauru recebe exposição sobre Revolução de 1932

Quem curte história não pode deixar de visitar a exposição sobre a Revolução Constitucionalista de 1932, que acontece até o final do mês de julho no Bauru Shopping.

Ela é organizada pelo Museu Histórico Militar de Bauru como uma homenagem ao início do combate a fim de relembrar esse importante fato histórico. Continuar lendo “Shopping de Bauru recebe exposição sobre Revolução de 1932”

Protesto Nazista nos Estados Unidos: por que devemos ficar de olho?

Se você acompanhou os noticiários do último final de semana, deve ter, pelo menos, ouvido falar do protesto extremista que rolou em Charlottesville, nos Estados Unidos. Continuar lendo “Protesto Nazista nos Estados Unidos: por que devemos ficar de olho?”

Dia Internacional da Mulher: mulheres que fizeram história

O Dia Internacional da Mulher é comemorado há mais de um século e, para inspirar o 8 de março, selecionamos sete mulheres incríveis que marcaram a história com a sua luta!

Carmen Miranda

Foto: Reprodução

Maria do Carmo Miranda, cantora e atriz luso-brasileira, era mais conhecida como Carmen Miranda. Ela lançou mais de 300 músicas em 20 anos de carreira, fazendo shows em vários países e se tornando a mulher mais bem paga dos EUA.

Carmen também era (e é) conhecida por ser uma mulher forte e decidida: a cantora lutou pelos seus sonhos e gerenciou grande parte da própria carreira. Ah, ela também foi a primeira sul-americana a ser homenageada com uma estrela na calçada da fama, além de ser total inspiração para o Tropicalismo no Brasil.

Coco Chanel

Foto: Reprodução

Um salve especial para Gabrielle Bonheur Chanel, pois foi ela quem atribuiu as calças compridas ao guarda-roupa feminino! A estilista ficou conhecida por inverter os padrões da moda nos anos 20 e conseguir incluir no vestuário feminino peças consideradas masculinas – além de roupas que valorizavam as curvas.

Chiquinha Gonzaga

Foto: Reprodução

A compositora Francisca Edwiges Neves Gonzaga é autora de mais de duas mil músicas de gêneros diferentes. Chiquinha também foi a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil. Ah, ela também se envolveu na política, militando pela abolição da escravidão e pelo fim da monarquia.

Zuzu Angel

Foto: Reprodução

Zuleika Angel Jones foi uma estilista brasileira que usou a moda como protesto. A mineira teve seu filho morto durante a ditadura militar e protestou contra o regime através de suas peças: ela desenhou estampas com pássaros e gaiolas – mostrando sua indignação e luta.

Marta

Foto: Reprodução

Marta Vieira é uma atacante cheia de títulos: ela ganhou cinco vezes o de melhor jogadora do mundo (um recorde!). Ela também é a MAIOR ARTILHEIRA da história da Seleção Brasileira – contando a masculina e a feminina. Ela já fez mais de 100 gols!

Joana d’Arc

Foto: Reprodução

A francesa ficou conhecida após ajudar seu país a vencer a Guerra dos Cem Anos. Ela era apenas uma garota pobre e analfabeta (tinha só 17 anos) quando decidiu salvar a França dos ingleses. Detalhe: ela não tinha nenhum conhecimento militar quando convenceu um grupo de soldados a acompanhá-la. E ela conquistou ainda mais: um exército com cerca de sete mil homens!

Maria da Penha

Foto: Reprodução

Maria da Penha Maia Fernandes é um dos nomes mais importantes da história recente do Brasil. Ela é líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres e vítima de violência doméstica – Maria da Penha ficou paraplégica ao levar um tiro do marido enquanto dormia.

Ela também ganhou uma lei com o seu nome em 2006, estabelecendo o aumento das punições às agressões contra a mulher e várias medidas para proteger a integridade das vítimas de violência.